Loja - 01 Tel. (11) 4508 – 4385 | Loja - 02 Tel. (11) 2886 – 4500

Arrefecimento

Arrefecimento

Recomendações: Verificar o sistema de arrefecimento a cada 10 mil km e efetuar a troca do líquido a cada 30 mil km ou 1 ano. Se o líquido do reservatório começar a mudar de cor, independentemente do tempo transcorrido, é indício de contaminação por óxido de ferro (ferrugem).

Aditivo: Às vezes, o reparador utiliza água sem aditivo ou água mineral, o que acarreta a formação de ferrugem e sais minerais que, no sistema de arrefecimento, dificultam a troca de calor e elevam a temperatura de trabalho do motor diminuindo sua vida útil.

Diluição: Também nessa etapa costumam ocorrer equívocos. O reparador coloca menos aditivo que o recomendado e isso provoca o aparecimento, em poucos meses, de um líquido escuro indicando a formação de ferrugem.

Interruptor do Eletro-ventilador: Deve ser substituído periodicamente. A resistência do eletro-ventilador, normalmente usada em veículos com ar-condicionado, passa despercebida. O reparador, às vezes, não consegue identificar um defeito no chicote ou na peça.

Válvula Termostática:  Deve ser substituída periodicamente.

Selos: Quando o sistema tem grande quantidade de ferrugem, os selos já estão deteriorados e devem ser substituídos. Há reparadores que não apresentam a opção para o cliente, fazem o serviço sem trocá-los e, quando o motor apresenta vazamento, precisa refazer o serviço de limpeza do sistema de arrefecimento.